Patrimônio Religioso em Pernambuco

Patrimônio Religioso em Pernambuco

PATRIMÔNIO RELIGIOSO EM PERNAMBUCO: PROPOSIÇÃO DE REDES DE PROTEÇÃO E GESTÃO O projeto, finalizado em agosto de 2014, a serviço da Superintendência do IPHAN Pernambuco, teve como objetivo a elaboração de um estudo físico-documental dos contextos históricos e socioculturais que demonstraram a ocupação geográfica do território pernambucano, especificamente das regiões Metropolitana, Mata e Agreste, pela perspectiva da religião, resultando na proposição de redes de proteção e gestão do patrimônio religioso em Pernambuco. O estudo envolveu as seguintes atividades: – Estudo do contexto histórico-social, econômico e cultural da evolução das ordens religiosas na ocupação do território pernambucano; – Pesquisa de campo envolvendo entrevistas abertas semiestruturadas com moradores das localidades de diferentes segmentos sociais; consulta documental e bibliográfica em arquivos, museus e acervos particulares; – Análise dos bens religiosos, suas características arquitetônicas, estéticas e urbanas, sua implantação nas paisagens das cidades ou das áreas rurais e as relações imateriais estabelecidas com esses sítios religiosos, bem como seus estados de conservação. – Análise crítica da significância cultural conferida aos bens sagrados pelas comunidades por meio de suas experiências místicas e sociais ali vivenciadas; – Proposição de uso e gestão dos bens/sítios religiosos contendo as implicações do gerenciamento das partes interessadas e as restrições e oportunidades criadas a partir da proteção proposta; – Constituição de Banco de Imagens da área de estudo através de registro fotográfico próprio e levantamento de acervos iconográficos; – Elaboração de mapas temáticos georreferenciados.