Levantamento do acervo da extinta Rede Ferroviária Federal S/A – RFFSA/MG

Levantamento do acervo da extinta Rede Ferroviária Federal S/A – RFFSA/MG

A extinta RFFSA possui estimado acervo de valor artístico, histórico-cultural e tecnológico; notadamente formado por um conjunto de mobiliário, peças, instrumentos e componentes mecânicos diretamente relacionados à memória do transporte ferroviário, testemunhando a evolução dos materiais e técnicas da engenharia férrea, ao logo de sua trajetória. Por isso, desde 2007, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN tem realizado um amplo Inventário de Conhecimento do Patrimônio Cultural Ferroviário, já tendo sido catalogados mais de seis mil edifícios. Os estados de conservação são os mais diversos, e muitos estão abandonados ou em condições precárias de preservação.

Nesse sentido, em contrato firmado com o IPHAN, o grupo Memória Arquitetura desenvolveu no ano de 2015 a catalogação de parte desse acervo, situado em Belo Horizonte (antigo Museu Ferroviário e Estação Central) e em São João del Rei/MG (Museu Ferroviário), resultando em um total de 1.813 itens inventariados. A equipe direcionada para o trabalho contou com profissionais de distintas formações e, a partir de diferentes perspectivas analiticamente integradas, objetivou destacar os aspectos históricos, antropológicos, culturais e socioeconômicos dos bens inventariados.

Em suma, o inventário teve como objetivo preservar parte do acervo da extinta RFFSA, por meio da pesquisa e documentação para organização os objetos em coleções, a fim de garantir o tratamento das informações dos seus conteúdos documentais e simbólicos como fontes de informação, a serem disponibilizadas num banco de dados centralizado e acessado pelo público, garantindo o direito livre ao acesso da informação, conforme a Lei 1252/2011.