Dossiê de Registro da Festa de Nossa Senhora Aparecida, Campo do Meio/MG

Dossiê de Registro da Festa de Nossa Senhora Aparecida, Campo do Meio/MG

Através do Decreto nº 42.505, de 15 de abril de 2002, o Governo do Estado de Minas Gerais instituiu o registro de Bens Culturais de Natureza Imaterial ou Intangível e que podem ser inscritos em quatro diferentes livros: Livro de Registro dos Saberes, das Formas de Expressão, dos Lugares e das Celebrações. Neste último são registrados os rituais e festas enraizadas nas experiências coletivas do mundo do trabalho, da religiosidade, do entretenimento e de outras práticas da vida social. É neste contexto que a Festa de Nossa Senhora Aparecida, realizada na cidade mineira de Campo do Meio, foi investigada pela equipe de consultoria da empresa Memória Arquitetura como legítimo patrimônio imaterial do município.

A motivação para se fazer o Registro de proteção é o fato de esta celebração constituir referência cultural ímpar, sendo uma representação da identidade, da memória e da ação dos habitantes de Campo do Meio. O festejo é fruto das manifestações religiosas, da devoção, da fé, dos conhecimentos formados pelos devotos de Nossa Senhora Aparecida e transmitidos ao longo das décadas para seus descendentes. Tal proteção legal valoriza a celebração como parte da história citadina e fomenta a continuidade desta manifestação e o acompanhamento de suas transformações ao longo dos tempos quando praticada pelas gerações seguintes.

O dossiê de Registro deste bem imaterial foi produzido a partir da leitura e reflexão das fontes bibliográficas, documentais, orais, eletrônicas e imagéticas levantadas nas visitas técnicas realizadas durante a manifestação da Festa da Padroeira do ano de 2009. A visita técnica compreendeu também a observação das ações dos organizadores e participantes do evento e o registro fotográfico da celebração. Consistiu ainda em entrevistas gravadas que trataram do surgimento da festividade, suas transformações ao longo das décadas e da atual forma de organização. Por fim, foram identificados os problemas ocorridos durante a celebração e sugeridas as medidas de gestão para salvaguardar e valorizar a manifestação às próximas gerações.